~Only Love~

Ir em baixo

~Only Love~ Empty ~Only Love~

Mensagem  Re Hanabi em Ter Ago 25, 2009 8:27 pm




Sinopse: Carinho, cuidado, atenção, preocupação, inveja, medo, ódio...

São sentimentos diferentes, todos causados por apenas um, que está sempre acima de tudo.

Amor, diversas formas de demonstrar, de sentir, de viver...

Mas no fim é apenas amor, é apenas esse sentimento.

Não importa o que aconteça, como aconteça, quando ele chega, nada será capaz de impedi-lo... nem mesmo laços de sangue.

Classificação: +18
Categorias: the GazettE
Personagens: Reita x Ruki
Gêneros: Drama, Lemon, Romance, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Notas da História:Gazette nom me pertence, só uso seus nomes para meu próprio entretenimento e dos que estiverem dispostos a ler.

Tem Homossexualidade, tem pegação, e provavelmente muita coisa pervertida... proibido para menores!


Prólogo



-Aki-chan isso dói... –Falava exageradamente alto.

-Eu sei chibi, mas tenha calma.

-Mas ta doendo Aki-chan... Para! Para!

-Fica quieto senão é pior... daqui a pouco para de doer e você nem vai perceber.

-Ta ardendo, ta doendo, ta saindo muito sangue... –Dizia em meio a lagrimas e soluços.

-Para de se mexer assim senão é pior chibi, eu já estou quase lá... –Falava segurando firme o outro tentando ao máximo manter sua calma.

-Eu vou morrer! –O outro falava alto, ainda chorando.

-Ruki... –tentava chamar a atenção do pequeno, mas ele continuava a chorar e a gritar.

-Ta doendo... muito!!

-Ruki...

-Ah... eu vou morrer... para com isso!

-Pronto! Cheguei chibi. –Falou parando bruscamente –E você não vai morrer por causa de um corte.

-Mas ta saindo muito sangue... e se sair tudo? –Questionou segurando o choro -Ai eu morro! –respondeu rápido, sem dar chance ao outro de responder -E se eu morrer a mamãe vai ficar triste, o papai também... –suspirou contendo a vontade chorar de novo –Aki-chan, você vai ficar triste se eu morrer? –Perguntou apertando forte o outro.

-Claro chibi, mas você nao vai morrer... ainda mais por causa de um corte no joelho. –Falou tentando olhá-lo, o que era difícil já que o pequeno estava pendurado em suas costas.

-Mas ta muito feio Aki-chan, dói muito... –Falou mais uma vez, ainda com a voz chorosa.

-Agora desce para que eu possa abrir a porta. –Falou calmamente ajudando o menor a descer, deixando-o encostando próximo à porta de entrada da casa.

Antes de abrir a porta, Reita se espreguiçou um pouco, afinal, carregar o menor durante quase duas quadras ouvindo-o chorar e reclamar não era tarefa fácil.

E assim que a porta foi aberta, Reita pegou novamente o menor no colo e o levou até o sofá, deixando-o sentado lá.

-Eu já volto, vou pegar alguns remédios...

-Mas Aki-chan e se eu morrer? Não quero morrer sozinho... –Mas Ruki não conseguiu terminar de falar, Reita logo o cortou, um pouco rude até.

-Chibi você não vai morrer! Eu já volto. –Falou saindo apressado da sala, demorando alguns segundos para voltar.

-Eu não quero passar isso... vai doer mais. –Falou afoito ao ver o quite de primeiro socorros na mão do outro que se aproximava do sofá.

-Mas tem que passar, senão fica pior. E a culpa é sua por não me obedecer... eu falei pra você não subir o escorregador pelo contrario, ainda mais aquela coisa velha... –Abriu a caixinha e começou a procurar pelo remédio. -Por pouco você não bateu a cabeça... -Resmungou sem olhar para o menor.

-Ahh...-Tentou falar algo, mas à vontade de chorar não o deixou, só conseguiu abaixar a cabeça e fazer o possível para não chorar mais.

-Taka... –Reita levantou o rosto do menor, fazendo-o olhá-lo de frente -Você é muito pequeno ainda e não pode ficar fazendo essas coisas, você não tem noção do perigo?

-Mas todo mundo faz, e eu já tenho seis anos! –Mostrou com seus dedinhos pequenos.

-Nossa como está velho, ne? –Falou meio sarcástico, ganhado um biquinho de raiva do outro -Mas não é porque os outros fazem, que você tem que fazer também. Se eu me jogar de uma ponte, você vai também?

Ruki ficou novamente quieto apenas olhando para Reita que agora começara a passar o remédio na sua perna, o menor segurou o choro mais uma vez, embora seus olhos estivessem cheios de lagrimas, apenas um suspiro deixou sua boca quando o algodão molhado tocou o corte.

-Pronto! Viu, foi bem rápido... –Falou poucos segundos depois -Agora eu vou por esse curativo, olha é do Mickey. –Falou meio sorridente, mas o outro não disse mais nada, ainda estava com a mesma cara de dor, com rostinho ainda vermelho e marcado pelas lagrimas que haviam escorrido. –Não precisa ficar com raiva de mim Taka-chan, desculpa por ter gritado com você no parquinho, mas eu tinha te avisado, e quando você caiu fiquei muito preocupado, só isso.

-Gomen Aki-chan... –Falou baixinho, limpando o rosto com a manga da blusa.

-Tudo bem...-Sacudiu suavemente o cabelo do menor. –Agora já está pronto viu, aposto que nem ta doendo mais.

-Só um pouquinho...-Falou baixo

-Agora a gente pode brincar mais um pouquinho ate o papai e a mamãe chegar ta bom? –

-Ta! - Falou mais animado -Aki-chan... eu me jogaria junto... –falou meio sem jeito, chamando a atenção de Reita.

-O que? –Perguntou sem entender.

-Eu não quero que o Aki-chan morra, eu ia junto com você.

-Chibi... –O olhou surpreso sem saber o que dizer.

-Arigatou onii-san... –Jogou-se no colo do outro para abraçá-lo –Obrigado por cuidar de mim. –Apertou forte o abraço escondendo seu rosto no peito do maior.

-Eu faço tudo por você! –Falou correspondendo o abraço e tocando carinhosamente nos cabelos do menor.


continua...



Nota: Aposto que vocês pensaram outra coisa no inicio... como pode?? u_u'

Esse cap foi só uma introdução, a historia mesmo começa no próximo.

Espero que mesmo sendo pouca coisa, vocês tenham gostado. *copiado e colado do nyah*

bjos e até mais ^^/
Re Hanabi
Re Hanabi

Mensagens : 63
Data de inscrição : 31/07/2009
Idade : 30
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum